Tite não garante escalação igual para a estreia

O técnico Tite disse que estava “extremamente orgulhoso” com a vitória da seleção contra a Áustria, por 3 a 0, neste domingo (10), em Viena.
Mesmo assim, ele fez questão de dizer que o time ainda não estava pronto.

A vitória foi a 17ª de Tite no comando do Brasil. Ele ainda tem três empates e apenas uma derrota -no amistoso contra a Argentina, em junho, do ano passado, na Austrália.

PUBLICIDADE

“A seleção nunca vai estar pronta. Ela passa por etapas, fase de consolidação, amadurecimento e vai se moldado. Fiquei muito feliz e extremamente orgulhoso”, disse o treinador.

O Brasil estreia no Mundial da Rússia contra a Suíça, no próximo domingo (10), em Rostov.

“Nós nos desafiamos constantemente. Fiz isso no intervalo. Cobrei o time para ser ainda melhor no segundo tempo”, acrescentou.

Neste domingo, a delegação brasileira embarca ainda para Sochi, cidade russa que servirá de concentração para o time na primeira fase do Mundial.
Apesar da boa atuação da equipe, o treinador não quis confirmar os titulares para a abertura da Copa.

Em Viena, ele armou um time agressivo com Gabriel Jesus, Neymar, Willian e Coutinho formando um quarteto ofensivo.

Apenas Willian não fez gol neste domingo.

“Não posso assegurar a equipe. Ainda estou absorvendo o jogo”.

No dia 3, a seleção venceu a Croácia, por 2 a 0, em Liverpool. O time jogou com uma formação teoricamente mais defensiva, com o volante Fernandinho no lugar de Neymar.

O treinador voltou a elogiar o atacante do Paris Saint-Germain. Ele foi substituído somente no final, aos 38 min do segundo tempo.
Neymar operou o pé direito em março e corria o risco de ficar de fora da Copa.

“Não sei o limite do Neymar. A capacidade técnica e criativa dele é impressionante. Quando o acionamos no último terço do campo, ele é letal”, disse o treinador.

Deixe sua opnião