Piauí é um dos primeiros a receber vacina; governadores se reúnem com Pazuello

Em reunião com o ministro Eduardo Pazuello, o governador Wellington Dias (PT) defendeu que a vacinação seja iniciada nesta segunda-feira (18) e no mais tardar até amanhã, terça-feira. Os governadores defenderam a antecipação, já que as doses já estão em São Paulo. No Piauí, a primeira pessoa poderá receber a vacina ainda hoje à tarde ou a noite, e vai depender da chegada das doses da Coronavac.

O Piauí irá receber 61.160 doses da vacina, segundo divulgou o Ministério da Saúde na manhã de hoje.

continua depois da publicidade

“Ontem até tarde da noite trabalhamos para convencer o ministro Pazuello e equipe que é possível antecipar vacinação para esta terça-feira. Não é razoável ficar para quarta-feira se chegam vacinas nos Estados a partir de hoje e se é possível chegar em todos os Estados (capitais) nos voos que saem agora pela manhã de Guarulhos. Um dia nacional de vacinação na situação do Brasil faz muita diferença. Serão muitas vidas salvas”, disse Wellington Dias.

O governador Wellington Dias (PT) se reúne neste momento com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no depósito do Ministério da Saúde direto do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

A previsão é que as doses chegarão ao Piauí ainda nesta segunda-feira (18). O público prioritário são profissionais de saúde e pessoas acima de 60 anos com comorbidades.

Governadores vão receber as doses da vacina Coronavac que foram liberadas pelo Instituto Butantan feita em parceria com o laboratório chinês Sinovac e o governo de São Paulo, para todos os estados e o Distrito Federal.

O Butantan encaminhou cerca de 6 milhões de doses da Coronavac para serem distribuídas para os estados.

Wellington Dias, que preside o Consórcio Nordeste, e faz articulação da vacinação para os estados, defendeu a entrega hoje para que a vacinação seja iniciada na quarta-feira (20).

Os primeiros voos sairão de São Paulo, primeiramente para o Distrito Federal e para as capitais de 10 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, crê que não há condições de iniciar ainda hoje a vacinação em Teresina, caso as doses cheguem nesta segunda, devido a logística de armazenamento.

“Depois de chegar tem que fazer as acomodações das doses, checar temperatura”, disse.

Gilberto disse que haverá uma reunião hoje, às 10h, com equipe da prefeitura para definir a programação da vacinação e a distribuição das doses.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo