Parceria visa auxiliar o homem do campo em São Raimundo Nonato

Uma parceria entre a Secretaria Municipal da Agricultura e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de São Raimundo Nonato vai ajudar o homem do campo a expandir a produção, bem como aumentar a renda da família. Os secretários Martinho Afonso (Pasta da Agricultura) e André Landim (Pasta do Meio Ambiente) se reuniram com agricultores no auditório da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), onde na oportunidade foi apresentada por técnicos da Escola Agrícola da Universidade Federal do Piauí de Teresina (UFPI), toda estrutura necessária para desenvolver um trabalho de qualidade no campo.

Segundo o secretário André Landim, a parceria visa dar assessoria técnica aos agricultores, mostrando o caminho para que possam desenvolver da melhor forma o trabalho de produção. ” Vamos celebrar um termo de cooperação técnica com o Colégio Agrícola, que vai ser responsável por fornecer apoio técnico na área de irrigação, capacitação, na produção de hortaliças, caprinos e ovinos. Essa parceria visa dar todo o suporte para que esses agricultores desenvolvam da melhor forma o seu trabalho. Trouxemos aqui técnicos na área, que vão entrar com a parte de assessoramento, e nós vamos direcionar esses trabalhadores, mostrando o caminho mais fácil para o micro produtor rural desenvolver seu empreendimento”, explicou.

continua depois da publicidade

Durante a apresentação técnica, o professor da UFPI, José Bento de Carvalho Reis, enfatizou que o grupo possui parcerias de sucesso em todo o estado. “Temos desenvolvido parcerias em todo Piauí, todas exitosas. Com certeza aqui em São Raimundo Nonato não será diferente. Estamos aqui, em nome da nossa instituição querendo colaborar com todos vocês”, afirmou.

Se o agricultor estiver com dúvidas sobre como expandir suas plantações, desenvolver projetos, aumentar a renda, pode se direcionar até a Secretaria Municipal da Agricultura e/ou até a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para que possa receber orientações.

Outro ponto discutido foi a possibilidade de se gerar energia fotovoltaica para os trabalhadores rurais. Trata-se de energia elétrica produzida a partir de luz solar, e pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto maior for a radiação solar maior será a quantidade de eletricidade produzida. O Secretário Martinho Afonso deu mais detalhes sobre o assunto:

” O processo de conversão da energia solar utiliza células fotovoltaicas (Normalmente feitas de silício ou outro material semicondutor). Quando a luz solar incide sobre uma célula fotovoltaica, os elétrons do material semicondutor são postos em movimento, desta forma gerando eletricidade. A energia fotovoltaica é uma tecnologia 100% comprovada. Sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica já são utilizados há mais de 30 anos. Essa sem dúvidas seria uma excelente opção para que os agricultores possam economizar. Lembrando que aqueles que são micro produtores independentes podem entrar diretamente em contato técnico com a empresa para fazer um estudo desse projeto da parte fotovoltaica, projeto solar”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo