São Raimundo Nonato

São Raimundo Nonato é um município brasileiro do estado do Piauí, distando 576 km de Teresina, capital do Estado. Criado em 1912, o município tem atualmente cerca de 34.535 habitantes (Censo 2018) e 2606,8 km², constituindo-se no município polo da microrregião homônima. Sua economia é baseada nos setores primário (agricultura e pecuária) e terciário (serviços).

(Foto: @luz_cam_sertao)

No mês de agosto ocorrem festas em homenagem ao padroeiro do município, São Raimundo Nonato.

Em São Raimundo Nonato encontra-se localizado parte do Parque Nacional Serra da Capivara, um parque que envolve ao todo quatro municípios, sendo protegido pela UNESCO e que tem 129.140 hectares e um perímetro de 214 quilômetros, um dos maiores da Região Nordeste.

Atualmente três instituições públicas de ensino superior prestam serviço no município, são elas: Universidade Estadual do Piauí, Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia do Piauí e a Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Histórico
 
A região, inicialmente ocupada pelas fazendas de Domingos Afonso Mafrense, após a sua morte foram doadas aos jesuítas. Ao chegarem à fazenda Conceição, os religiosos construíram uma casa dando-lhe o nome de Sobrado da Conceição. Com eles vieram colonos e aventureiros, surgindo daí, constantes conflitos com a tribo dos tapuias.
D. João Amorim Pereira, Governador da Capitania do Piauí, ordenou a José Dias, conhecido por comandante Zé Dias, que conquistasse a região do atual Município de São Raimundo Nonato, na qual estavam em litígio, índios, aventureiros e colonos e dividisse as terras ocupadas entre os integrantes de sua tropa.

Depois de oito anos, intercalados por trabalhos difíceis, abrindo estradas e expostos a perigos diversos, o comandante Zé Dias e seus companheiros conseguiram conquistar a região.

Em uma das distribuições de alimentos e vestuários aos índios, um grupo deles revoltou-se travando-se uma luta, com um saldo de vários mortos e feridos. Poucos índios se deixaram catequizar, tendo, a maioria, emigrado para as margens do rio Tocantins.
Cessados os perigos, o comandante José Dias fez a distribuição das terras entre os companheiros da expedição.

Por Decreto da Regência do Império, em 1832, São Raimundo Nonato foi elevado à distrito eclesiástico, com sede no lugar denominado Confusões. Foi transferido em 1836, para Jenipapo, onde prosperava um núcleo, dedicado à lavoura e à pecuária. Elevado à categoria de Vila e Município em 1850, adquiriu Foro de Cidade, em 1912.
 

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Raimundo Nonato, pelo decreto, de 06-07-1832.
Elevado à categoria de vila com a denominação de São Raimundo Nonato, pela resolução provincial nº 257, de 09-08-1850, desmembrado dos municípios de Jaicós e Jerumenha. Sede no atual distrito de São Raimundo. Constituído do distrito sede. Instalado em 04-03-1851. Pela lei municipal de 12-01-1904, são criados os distritos de Caracol e João Alves e anexado ao município de São Raimundo.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 3 distritos: São Raimundo Nonato, Caracol e João Alves. Elevado à condição de cidade com a denominação de São Raimundo Nonato, pela lei estadual nº 669, de 26-06-1912.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: São Raimundo Nonato e Caracol. Não figurando o distrito de João Alves.
 

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo ato das disposições constitucionais transitórias promulgado de 22-08-1947, desmembra do município de São Raimundo Nonato o distrito de Caracol. Elevado novamente à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído do distrito sede.
Pela lei municipal nº 164, de 28-01-1955, são criados o distrito de Curral Novo e anexado ao município de São Raimundo Nonato.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituídos de 2 distritos: São Raimundo Nonato e Curral Novo. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Curral Novo, pela lei estadual nº 2363, de 05-12-1962, desmembrado de São Raimundo Nonato. Sede no antigo distrito de Curral Novo ex-povoado. Constituído do distrito sede.

Pela resolução do Senado Federal de 25-04-1966, é extinto o município de Dom Inocêncio ex-Curral Novo, sendo seu território anexado ao município de São Raimundo Nonato, Curral Novo como, simples distrito.

Pela Lei Estadual nº 4206, de 07-06-1988 o Distrito de Curral Novo foi desmembrado do município de São Raimundo Nonato e elevado à categoria de município com a denominação de Dom Inocêncio. Instalado em 01-01-1989. Em divisão territorial datada de 15-VII-1997, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.
 
SRN 5024 baixa
 

Acessos

Rodovias

BR-020 – Ligação Brasília Distrito Federal – Fortaleza Ceará.
PI-140 – Ligação Dirceu Arcoverde Piauí (Fronteira Piauí/Bahia) – Floriano (Piauí) Piauí (Fronteira Piauí/Maranhão).

Aeroporto

A cidade conta com o Aeroporto de São Raimundo Nonato, que já esta em funcionamento mas não apresenta nenhuma linha aérea cujo destino seja a cidade, nem como destino final, nem como escala.

aeroporto SRN 5482 baixa

 

Personalidades

Dom Inocêncio López Santamaria – Desembarcou ao Brasil, no estado do Rio de Janeiro, no dia 5 de janeiro de 1931. O religioso chegou a São Raimundo Nonato, no dia 18 de janeiro do mesmo ano e tomou posse no dia 22. Pode se tornar o primeiro santo do Piauí. Foi instalado o Tribunal Eclesiástico para a Causa de Beatificação e Canonização do religioso, que foi o terceiro bispo prelado da então Prelazia Bom Jesus do Gurgueia, hoje Diocese de São Raimundo Nonato.

Carmelita de Castro Silva – primeira mulher a assumir a chefia do Poder Executivo Municipal. Eleita prefeita nas Eleiçoes Municipais em 2016.

José Herculano de Negreiros – sacerdote católico, estudou e residiu na Europa, retornou a São Raimundo, onde exerceu por duas vezes o cargo de Prefeito Municipal (1997-2000/ 2009-2012).

Gaspar Dias Ferreira – Foi vereador de São Raimundo Nonato duas vezes, entre 1954 e 1962. Em seguida, foi prefeito em três oportunidades (1962-1966, 1982-1986 e 1992-1996). Em 2001, exerceu o cargo de secretário estadual de Agricultura, Abastecimento e Irrigação na gestão de Hugo Napoleão do Rego Neto.

Hamilton da Siva Baldoino – médico, exerceu o cargo de Prefeito Municipal (1989/1992).

Margarete de Castro Coelho – primeira mulher na história a assumir a chefia do Poder Executivo piauiense. Eleita vice-governadora do estado do Piauí em 2014, foi deputada estadual na legislatura 2011-2015. Teve como base política sua carreira como advogada eleitoralista.

Maria Sebastiana Torres da Silva – Sanfoneira ícone da cultura popular local.

Coronel José Dias de Souza – Deputado Constituinte e tenente-coronel da Guarda Nacional

Deputado Edson Dias Ferreira

Prefeito Gerson Batista de Castro

Deputado João Batista de Castro Dias

Deputado Federal Marcelo Castro

Deputado Newton de Castro Macedo

Deputado Waldemar de Castro Macedo

Senador Manoel da Silva Dias

Monsenhor Nestor Dias Lima

Dr.Valdir Ribeiro Dias

Neuton Ribeiro Soares

Carmozina Domingues Bezerra – primeira mulher auditora fiscal da Receita Estadual.
Deputado Miguel Eduardo

Monumento das Onças. (Foto: @luz_cam_sertao)
Monumento da Siriema. (Foto: @luz_cam_sertao)
Brasão de São Raimundo Nonato.
Bandeira de São Raimundo Nonato.