“Recurso já está na conta”, garante Rafael Fonteles sobre os R$ 293 milhões do Finisa

74

O secretário estadual da Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, confirmou na manhã desta terça-feira (9) que os recursos do Finisa I, que corresponde a um montante de R$ 293 milhões, já estão na conta do Governo do Estado. A liberação ocorreu após mais de um ano de entrave judicial.

“Uma longa novela que, inclusive, foi judicializada. Depois de mais de um ano conseguimos comprovar toda a prestação de contas, a legalidade dos atos. Tivemos diversas vitórias no TCU, TCE e no TRF. O recurso já está na conta do Estado e, portanto, será imediatamente dado prosseguimento ao pagamento de mais de uma centena de obras”, disse o secretário.

Ao todo, 158 obras serão contempladas com recursos do Finisa I, divididas em três grandes blocos que incluem, por exemplo, a construção de aeródromos e a conclusão do Centro de Convenções.

“Mobilidade urbana (calçamento e asfaltamento urbano, pontes), infraestrutura rodoviária (cerca de 15 a 20 rodovias que serão construídas ou restauradas) e outras ações estruturantes como a adutora do litoral, o Centro de Convenções, aeródromos no interior do Estado em cidades-pólos que ainda não têm o seu aeroporto ou precisam ser reformados”, disse o secretário da Sefaz.

Novas operações de crédito

Em entrevista ao Notícia da Manhã, desta terça-feira (09), Fonteles disse que novas operações de crédito estão previstas para o Piauí.

“Estamos aguardando a aprovação do Congresso do chamado ‘Plano Mansueto’ que permite que estados como o Piauí possam acessar recursos de operações de crédito dentro de um programa de ajuste fiscal. Assim que esse projeto de lei do Governo Federal for aprovado, a gente vai encaminhar para Assembleia Legislativa do Piauí. Em tese, seria um pouco mais de R$ 1 bilhão nessa operação de crédito nova”, conclui Rafael Fonteles.

Deixe sua opnião