Ópera da Serra da Capivara: um festival fascinante no meio da caatinga

O Parque Nacional da Serra da Capivara é considerado uma das atrações turísticas mais importantes do Brasil.

580

De 22 a 27 de julho de 2019, acontece a terceira edição do Festival Ópera da Serra da Capivara, no anfiteatro da Pedra furada, coração do Parque Nacional da Serra da Capivara, sertão do Piauí. Os espetáculos, em forma de ópera popular, utilizam diversas linguagens artísticas como música, dança, teatro, circo, iluminação em vídeo mapping e elementos cenográficos para narrar histórias.

Em 2019, será apresentado o “Ato Carcará” que encena o universo mágico dos povos do Sertão, com suas lendas, mitos, contos e personagens. Depois do espetáculo, para encerrar a noite, acontecem shows de artistas populares como Tony Garrido, Lenine, Casuarina etc. Os artistas que se apresentarão nesta edição, ainda, estão em fase de confirmação. Dentro em breve, divulgaremos todos os nomes.

Contudo, a grande atração é mesmo o local: um pequeno teatro natural, formado por uma imensa cortina de pedra, na frente e, gigantescos paredões de arenito, por atrás, um ambiente encantado, abençoado pelos Deuses e escolhido pelos ancestrais como berço do homem americano, onde natureza e cultura, arte e técnica, passado e presente, história e pré-história mantém um pacto com o belo.

O Parque Nacional da Serra da Capivara é considerado uma das atrações turísticas mais importantes do Brasil. Quiçá das Américas! guarda em suas entranhas o mais importante patrimônio arqueológico do Continente: os primeiros vestígios da chegada do homem nas Américas. Onde encontra-se um dos maiores painéis de pinturas rupestres do mundo. Além disso, o local detém uma extraordinária beleza cênica formada por cânyos e gigantescos paredões de arenito e a riqueza da fauna e flora sertanejas.

Ópera da Serra da Capivara: uma experiência cultural e arqueológica

Ao chegar para Festival da Ópera Serra da Capivara, o visitante têm acesso a um universo de belezas surpreendentes, que só a natureza preservada pode oferecer: além da Pedra Furada que sozinha tira o fôlego de qualquer cristão, pertinho de lá encontramos o Museu da Natureza, um monumento que conta a história do mundo, encravado no meio da caatinga e para todos os lados que se vira os sítios arqueológicos, os circuitos, as trilhas, os cenários, a fauna, a liberdade dos animais embevecem e proporcionam uma experiência que nos conduz ao útero das Américas.

CARCARÁ

É uma ave típica do Sertão e vai dar nome ao III Ato da Ópera da Serra da Capivara. Na edição 2019, o espetáculo vai apresentar as referências do imaginário dos povos do Sertão com suas lendas, contos, “causos” e personagens mitológicas: lobisomem, caipora, saci pererê, curupiras e outros elementos que habitam o universo mágico do nordestino. São narrativas que permanecem vivas na tradição popular, passando de geração após geração. Cada personagem se relaciona com um aspecto do cotidiano da região: a caça, o plantio, a colheita, o amor, o ódio, a vida e morte. As dimensões da vida dos sertanejos são atravessados por seres encantados que registem ao tempo, à religião e à ciência e ajudam a tecer a existência no sertão: da cultura e da natureza.

A Ópera da Serra da Capivara na encenação do “Ato Carcará” trará para o palco diversos elementos cenográficos, como alegorias, bailarinos(as), acrobatas, cantores(as), músicos, além do magnífico recurso de vídeo mapping, projetando na imensa cortina de pedra, ajudando a compor o espetáculo com o cenário natural do anfiteatro da Pedra Furada. E ao final da apresentação do Ato Carcará teremos as participações dos artistas convidados para cada noite.

O festival é composto por três dias de apresentações nos municípios do entorno do Parque Nacional Serra da Capivara, São Raimundo Nonato e Coronel José Dias e três noites de espetáculos com a encenação da Ópera, propriamente dita e shows de cantores e músicos no anfiteatro da Pedra Furada.

Em 2019, o evento homenageará os 40 anos de criação do Parque Nacional da Serra da Capivara, certificado pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade e uma das Unidades de Conservação mais bem administradas do Brasil.

Na edição de 2019, os ingressos serão comercializados. O primeiro lote será liberado para a venda, na segunda quinzena do mês de maio. A data será divulgada nas redes sociais do evento.

Deixe sua opnião