Ministro visita projeto no PI e diz que Nordeste precisa de verbas adicionais

21

No Piauí, o ministro do Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto disse que a região Nordeste do país precisa de recursos adicionais para desenvolver todo o potencial produtivo. Ele veio a Teresina para o II Congresso das Cidades e, nesta terça-feira (07), cumprirá agenda no litoral, retornando à tarde para visitar obras do Lagoas do Norte e à noite para ministrar palestra no evento.

No litoral, Canuto visita os Tabuleiros Litorâneos, maior projeto de agricultura irrigada da região Norte do Estado. Iniciado há 31 anos, 1. 800 hectares do projeto estão em operação produzindo frutas e, nos lotes empresariais, pecuária leiteira. Contudo, para a conclusão da 2º fase do projeto ainda são necessários R$ 170 milhões.

“A visita aos Tabuleiros, primeiro é para conhecer de fato, saber o que é necessário de investimento para que a gente possa avançar e aumentar a produção, não só dos Tabuleiros, como dos demais projetos de irrigação no Piauí. O Ministério do Desenvolvimento Regional tem como objetivo reduzir as desigualdades. Então, o pensamento é regionalizado. Não podemos ver o país como um só corpo, temos que analisar suas diversidades e reagir de forma diferente para cada estado, cada região. A região Nordeste é uma região que precisa de apoio, precisa de recurso adicional para desenvolver todo o seu potencial”, disse o ministro durante o  II Congresso das Cidades.

À tarde, Canuto visitará obras do Lagoas do Norte acompanhado do prefeito Firmino Filho, do secretário de Planejamento e Coordenação, José João Braga, e do diretor do Escritório Municipal de Articulação e Representação da Prefeitura Municipal de Teresina em Brasília, Erick Amorim.

Às 19h,  Gustavo Canuto ministra palestra no II Congresso das Cidades, no Atlantic City.

Graciane Sousa

Deixe sua opnião