Merlong assume Administração e pede Reforma da Previdência com participação dos Estados

38

O deputado federal Merlong Solano ( PT) assumiu a Secretaria Estadual de Administração nesta terça-feira  (11). Durante discurso, Merlong falou dos desafios à frente da pasta.

O novo secretário elegeu a  Previdência como o maior desafio de Estados e Municípios para os próximos anos. Merlong defende que a reforma proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro seja para todos, incluindo todos os entes da federação.

“O fundamental que o Piauí precisa é não permitir que possamos marchar para aquela situação de desequilíbrio financeiro que muitos Estados já marcharam. É importante manter a folga em dia e equacionar com o Governo Federal o problema do déficit da Previdência e implementar um problema de qualificação  e modernização. É uma coisa que já vem andando e precisa continuar para ter um resultado melhor do trabalho dos servidores. É melhor que o problema da Previdência seja enfrentado  como um todo. O problema existe. Já há déficit como um todo. Defendo uma reforma para todo país que onere o menos possível os problemas da sociedade”, disse.

O ex-secretário de Administração, Ricardo Pontes, assume a direção da  previdência no Estado.

“A Previdência é o maior desafio. O Ricardo Pontes vai gerir a parte da Previdência. Faremos isso junto. O déficit esse ano deve ser de 1 bilhão de reais.  O déficit crescerá  e só começará a cair para 2031. Precisamos de soluções para curto prazo. A reforma é de longo prazo”, diz Merlong.

Além de Merlong, tomam posse hoje Allisson Bacelar na Secretaria de Comunicação, o deputado Fábio Novo na Cultura e Flávio Júnior no Turismo.

“O governador tem uma grande capacidade de diálogo. Começou chamando alguns deputados e agora ampliou, houve o chamamento, mas tomou a decisão nesse aspecto de chamamento de secretários  e deputados para serem secretários. É um dos pontos da reforma. Queremos reduzir o número de deputados secretários”, afirmou Merlong.

A vaga de Merlong na Câmara Federal passa a ser ocupada por Paes Landim. O deputado deve deixar o PTB para se filiar ao MDB.

“O deputado Paes Landim constituirá um deputado da base. O governador elegeu dos 10 deputados, oito. Somos da mesma base. Acredito que ele manterá o mesmo comportamento que eu ou o Fábio Abreu manteriamos no Congresso”, disse o novo secretário de Administração.

Flash Lídia Brito

Deixe sua opnião