Marcelo Castro propõe universalização da Universidade Aberta e mais qualificação para os jovens

A juventude está no foco de uma série de propostas do deputado federal Marcelo Castro, candidato do MDB ao Senado. No programa eleitoral veiculado nesta quarta-feira (12), Castro participa de um bate-papo com alguns jovens, ao lado da sua candidata a suplente Rosário Bezerra (PT), para apresentar algumas de suas bandeiras voltadas a esse público. Têm destaque a proposição da universalização da Universidade Aberta e ampliação da oferta de qualificação para os jovens.

“A educação é o maior bem de uma nação, de um estado, de um município, de uma pessoa. Por conta disso, defendo a universalização da Universidade Aberta. Assim, o Piauí será o primeiro estado do Brasil a oferecer cursos técnicos e superiores em todos os municípios”, declarou o candidato, lembrando que, graças ao esforço do governador Wellington Dias, o programa já chegou a mais de 160 municípios de Norte a Sul do Piauí. O compromisso de Marcelo Castro é destinar recursos para a abertura de novos campi, auxiliando o Governo do Estado a ampliar a oferta de vagas de Ensino Técnico e Superior, via Educação à Distância, para os 224 municípios piauienses.

Ainda na área da educação, o emedebista irá propor a criação de um lei para dispor sobre a obrigatoriedade de realização de concurso público para o preenchimento de cargos de estagiários nos órgãos federais.  “Assim, o jovem faz o concurso para uma vaga de estágio na área dele, ganha seu dinheirinho e se capacita”, defende Castro. O candidato também defende a oferta de formação continuada aos professores da rede pública de ensino e o incremento da remuneração destes profissionais em consequência dos avanços em sua capacitação.

“Oferecer educação pública de qualidade é o melhor caminho para garantirmos oportunidades para o jovem. É ele quem vai construir o Brasil pujante que tanto buscamos e, para isso, precisamos dar a ele condições de desenvolver todas as suas potencialidades”, acrescentou.

Deixe sua opnião