Bares e restaurantes apresentam alternativas de atendimento a deputado

Durante reunião virtual ontem, 21, com o deputado estadual Francisco Costa, líder do governo na Assembleia Legislativa, representantes das Associação Brasileira de Bares e Restaurantes(ABRASEL) e Sindicato Intermunicipal de Bares, Hotéis, Restaurantes e Similares(Sinhores) apresentaram proposta para ampliar o funcionamento das atividades do setor, com foco além do delivery, no drive thru e take away(entrega no balcão).

Com as propostas, as entidades buscam alternativas para revitalização do setor e que sejam incorporadas em decretos do Governo. “Oficializar maneiras para se vender que seja tão segura ou mais que o delivery”, afirma Eduardo Rufino, da Abrasel. Pelas alternativas, “tudo seria agendado, sem fila”.

O drive thru tem como modelo o recomendado pela Organização Mundial de Saúde(OMS), quando da realização de vacina, como ocorreu em Teresina, na campanha de imunização da Influenza, utilizando meios de prevenção exigidos.

“O sistema seria feito com uso de máscara, com máquinas sendo esterilizadas antes e depois do uso”, explica o presidente do Sinhores, Paulo Sá.

Na entrega no balcão, “o cliente vai buscar só quando recebe um aviso que o pedido dele está pronto. É uma alternativa para alguns restaurantes, que pela estrutura, não teria condições de fazer driver”, explica Sá.

O deputado Francisco Costa ouviu as propostas e vai dialogar com “o Governo do Estado, através do Comitê de Crise Emergencial e Vigilância Sanitária, assim como incluí-los nas discussões técnicas para que estes possam apresentar suas propostas, dada as peculiaridades do setor e as recomendações dadas pela entidade em nível nacional”.

A expectativa, reforça ele, é que se tenha um protocolo que contemple as atividades e a retomada gradual das atividades econômicas, obedecendo as recomendações dos profissionais de saúde, “no controle da doença(covid-19) e contágio”.

A reunião foi uma iniciativa das entidades, com a participação de empresários do setor e o suplente de vereador, João de Deus Pereira(PT).

Botão Voltar ao topo
Fechar