Hospital de São Raimundo Nonato receberá leitos de UTI para tratamento do coronavírus

O Piauí, como os demais Estados, encontra-se numa corrida contra o tempo para montar novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para atender pacientes portadores de coronavírus (Covid-19).

O secretário de Saúde, Florentino Neto, informou ontem que o Plano de Contingência relativo ao Covid-19 prevê a locação de leitos de UTI’s junto à iniciativa privada.

continua depois da publicidade

Ele esclareceu que os novos leitos serão fornecidos por uma empresa privada e instalados dentro de hospitais públicos, já com tudo funcionando.

Ou seja, o Governo do Estado não se valerá dos leitos da rede hospitalar particular para enfrentar o coronavírus, como chegou-se a informar.

O secretário disse que os hospitais privados não dispõem de leitos para esse fim e já estão com sua capacidade comprometidas com a sua clientela.

“Mas eles também serão importantes nesse esforço conjunto de combate ao Covid-19, pois estamos numa verdadeira operação de guerra”, destacou.

Capacitação

Os novos leitos de UTI estão sendo adquiridos pelo Ministério da Saúde e distribuídos entre os Estados, começando pelos que estão em situação mais grave.

Inicialmente, serão locados 2.000 novos leitos exclusivamente para o tratamento de pacientes com o Covid-19.

Desse total, o Ministério já recebeu 540 leitos e vai mandar 10 para o Piauí nessa primeira remessa.

O Governo do Estado está contratando mais 70 leitos só para atender vítimas do coronavírus.

O secretário Flortentino Neto calcula que em duas semanas essa estrutura estará montada no Piauí. Em Teresina, as novas Unidades de Terapia Intensiva funcionarão no HGV, no Hospital da PM e no Hospital Natan Portella.

Pelo Plano de Contingência da Secretaria de Saúde, serão instalados leitos de UTI também nos hospitais de Bom Jesus, São Raimundo Nonato, Picos e outros do interior.

Além disso, a Secretaria de Saúde tem buscando as entidades que congregam profissionais do setor para dar-lhes conhecimento do plano. O objetivo é capacitar em situação emergencial os profissionais que irão trabalhar nas novas UTIs.

Hospital da PM será QG 

O secretário de Governo, Osmar Junior, informou que o Hospital da Polícia Militar será transformado no “Hospital-Sentinela” de combate ao Covid-19. Será o maior hospital do Estado para o tratamento da doença.

Ele adiantou que o Piauí terá, no total, 110 leitos novos para tratamento de portadores do coronavírus, sendo 30 do governo federal e mais 80 que serão locados diretamente pelo Governo do Estado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo