Hospital de São Raimundo Nonato investe em treinamento e dinamiza exames

Com a aquisição de novos equipamentos, o Hospital Regional Senador Cândido Ferraz (HRSCF), em São Raimundo Nonato, dinamizou exames e diagnósticos. A equipe do laboratório de análises clinicas do hospital vem recebendo treinamento para operar os novas máquinas, sendo uma de hematologia e outra de bioquímica.

Nilvania Nascimento, diretora-geral do hospital, explica que o laboratório ampliou a qualidade dos serviços oferecidos, assim como tornou mais dinâmico o trabalho voltado às análises laboratoriais. “Os pacientes agora podem fazer os exames ambulatoriais necessários com mais comodidade e agilidade, já que o laboratório conta com equipamentos de ponta. Com essa aquisição, o laboratório dá mais um grande passo rumo à excelência, oferecendo à população de São Raimundo Nonato e região, mais qualidade, segurança e confiabilidade nos exames realizados”, confirma.

De acordo com o biomédico Samuel Landim, responsável pelo laboratório do hospital, um diferencial que já pode ser constatado é que com estes novos equipamentos, a capacidade de realização de exames passou de 10 mil por mês para 20 mil por mês. “Com esses novos equipamentos iremos garantir uma melhor qualidade e agilidade dos exames realizados. É um ganho enorme para o hospital”, ressalta.

continua depois da publicidade

Enfermeiros receberam treinamento

Os profissionais de enfermagem do hospital receberam qualificação para o manuseio do analisador sanguíneo portátil, conhecido como gasômetro. O equipamento é utilizado em exames que medem a quantidade de sódio, potássio, cálcio, glicose, hemoglobina, gasometria complexa e oferece mais agilidade aos resultados, possibilitando que o médico tome providências mais ágeis no tratamento do paciente. A ação foi realizada no último dia 17 de janeiro, no hospital.

A diretora-geral do hospital, Nilvania Nascimento, explica que o objetivo é qualificar profissionais para desenvolver com segurança as principais funções do gasômetro, desde sua instalação até o resultado no uso seguro e eficaz desse equipamento. “A ideia é ofertar ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS), melhoria nos serviços prestados. Sabemos que com a qualificação de nossos profissionais estaremos buscando a qualidade da assistência ao paciente que busca atendimento no nosso hospital”, destaca Nilvania.

Para presidente da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), Natália Monteiro, responsável pela gestão do hospital de SRN, capacitação através de treinamentos, palestras e workshops é o caminho para melhoria dos serviços e otimização das rotinas. “Colaboradores treinados e qualificados irão oferecer serviços com melhor qualidade, mais ágeis e isso otimiza a rotina da casa. Estamos fazendo estas ações nos seis hospitais da nossa rede Fepiserh”, revela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo