Governo libera só 50% das emendas para o Piauí e bancada se reúne em Brasília

Integrantes da bancada piauiense no Congresso Nacional se reuniram, nesta terça-feira (13), após o Governo Federal liberar apenas R$ 118 milhões dos R$ 224,6 milhões das emendas impositivas do Orçamento 2017. Enquanto a oposição critica que houve corte de R$ 106 milhões nos recursos destinados ao Piauí, o líder da bancada, deputado federal Átila Lira (PSB-PI), fala em contingenciamento e acredita que o restante do dinheiro será garantido no segundo semestre.   Os recursos serão utilizados na duplicação da BR-343, na saída de Teresina em direção ao litoral, e em projetos de saúde na capital e interior do Piauí, especialmente ações primárias.

Antes, a bancada havia acordado que seriam destinados R$ 94,6 milhões para a duplicação da BR-343 e R$ 130 milhões para a saúde. Como o valor não foi liberado por completo, os deputados e senadores acordaram que a obra da rodovia receberá R$ 27 milhões. Os recursos destinados para projetos municipais de saúde ficaram em R$ 91 milhões.

O líder da bancada tratou a destinação de parte dos recursos como uma etapa. “Hoje nós tivemos uma reunião com toda a bancada, deputados do Piauí e senadores, para deliberar sobre a destinação dos recursos da primeira etapa das emendas impositivas de bancada. Globalmente eram R$ 220 milhões e o Governo liberou a metade”, explicou o deputado federal Átila Lira.

continua depois da publicidade

“O que o Governo na realidade fez foi um contingenciamento da metade dos recursos e nós acreditamos que no segundo semestre possamos liberar o saldo, tendo em vista que são emendas impositivas. E acreditamos que a arrecadação possa melhorar no segundo semestre e com isso nós teremos mais recursos para atender não só os projetos da BR-343 comos projetos da área de saúde”, acrescentou o parlamentar.

O deputado federal Assis Carvalho (PT-PI) criticou o Governo Federal e denunciou corte nas emendas. “Vemos mais um erro desse governo ao bloquear recursos para a saúde. Mas a nossa bancada vai continuar lutando para que seja liberada a totalidade do valor previsto inicialmente”, disse o petista.

Fábio Lima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo