Ex-senador João Vicente Claudino se desfilia do PSDB

“Eu me desfilei do PSDB, não faço mais parte do partido", declarou o ex-senador em conversa com o GP1.

O ex-senador João Vicente Claudino assinou a ficha de desfiliação e não é mais dos quadros do PSDB. A decisão foi confirmada pelo ex-senador que, ainda nessa quarta-feira (26), havia acenado para o desembarque da legenda e declarado que não votaria no pré-candidato a prefeito do União Brasil, Sílvio Mendes, caso o PSDB fosse levado para o lado do ex-prefeito da Capital.

Toda essa reviravolta se deu depois que JVC decidiu recuar da pré-candidatura ao Palácio da Cidade, devido ao clima de instabilidade que foi causado pela manutenção do ex-deputado Luciano Nunes na presidência do PSDB no Piauí, mesmo o tucano sendo apoiador declarado do deputado estadual do PT, Fábio Novo, que também concorre à Prefeitura.

continua depois da publicidade

“Eu me desfiliei do PSDB, não faço mais parte do partido. O documento será encaminhado ao vereador Edson Melo, que é o presidente municipal”, declarou o ex-senador.

Se despediu

Conforme apurado por nossa reportagem, o apresentador Silas Freire também decidiu deixar o PSDB, poucas horas depois de retirar o nome para uma eventual disputa pelo Executivo Teresinense. Com mais essa baixa, a tendência é que a chapa proporcional da federação PSDB e Cidadania saia fragilizada.

Decisão nacional

Ainda nessa quarta, o presidente da Federação PSDB e Cidadania, Jorge Lopes, conversou com o dirigente nacional da legenda tucana, Marconi Perillo, que, de acordo com ele, o deu carta branca para ser pré-candidato a prefeito de Teresina representando o grupo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo