Eleição do TCE foi decisiva para Brandão romper com Wellington, diz Arcoverde

O presidente estadual do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde, comentou nesta terça-feira (01) sobre a decisão do deputado Wilson Brandão não acompanhar o governador Wellington Dias e permanecer na oposição. Ele ainda garantiu que a eleição do TCE foi decisiva para Wilson Brandão romper com o Governo Wellington Dias.

Segundo Arcoverde, a decisão de Brandão não foi nenhuma surpresa para o partido. “Para nós isso já era página virada, nós conhecemos o caráter e a dignidade do deputado Wilson Brandão assim como da deputada Margarete, que passaram um ano apostando nessa relação, de que ela não iria nos acompanhar”, lembrou o deputado.

Júlio Arcoverde

continua depois da publicidade

Para o deputado, a interferência do governador Wellington Dias na eleição para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) foi determinante para a decisão de Brandão. “O que o governador fez em relação ao deputado Wilson Brandão na eleição do TCE inviabilizava qualquer tipo de conversa com o deputado e o grupo do governador. O pré-candidato do governador foi o principal responsável na articulação da derrota do deputado Wilson Brandão na eleição do TCE, coisa de que ele vai se arrepender muito”, pontuou Júlio Arcoverde.

Desde o processo para escolha do conselheiro, Wilson Brandão decidiu não voltar para o comando da secretaria da Mineração do Estado, em um sinal claro de sua insatisfação com a postura do governador.

Formação de chapa

Júlio Arcoverde disse ainda que a intenção do partido é que a chapa proporcional para deputado estadual seja formada somente por progressistas. “O meu intuito é que na chapa para deputado estadual a gente tenha só uma chapa progressista, de oposição, até porque nesse cálculo a gente pode fazer 7 deputados, e a chapa federal tá muito bem montada, mas são poucas vagas, então talvez a gente tenha que montar uma chapa com outro partido aliado, porque a chapa para federal só são 11 candidatos, sendo 4 mulheres e 7 homens”, explicou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo