Carnaval de Léo Santana tem trabalho e paquera: ‘sempre rola’, diz artista

Léo Santana foi a primeira atração confirmada para o Carnaférias 2016 que este ano está em parceria com a Prime Entretenimentos no Bloco Fiki Prime.

Léo Santana (Foto: Divulgação/Assessoria)

O cantor Léo Santana está prestes a se apresentar em mais um carnaval de Salvador. Apesar de ter apenas 27 anos, ele já tem quase dez anos de carreira e a experiência de arrastar um grande público nos anos anteriores. Em 2016 o artista vai tocar todos os dias de carnaval, na Bahia e em Minas Gerais. Em entrevista ao G1, garante que mesmo com a agenda lotada consegue um tempo de se divertir e paquerar na folia.

continua depois da publicidade

Na quinta-feira (04) de carnaval Léo se apresenta no camarote Cerveja e Cia. Na sexta (05) puxa trio sem cordas no circuito Barra-Ondina e também agita o Camarote do Nana. Entre sábado (06) e segunda-feira (08) faz shows em Minas Gerais e volta para Salvador na terça (09), para puxar o tradicional bloco ‘Muquiranas’.

A agenda cheia exige muito cuidado antes mesmo do carnaval, principalmente com a voz. Atualmente está tratando uma lesão na corda vocal. “Não é nada grave, não atrapalha, mas requer uma atenção, principalmente por que no carnaval o desgaste é grande”. Além disso, segue uma alimentação equilibrada e malha “‘quase todos os dias”. Admite que é vaidoso e gosta de estar bem arrumado, porém, alega que malha pesado para ganhar preparo físico e conseguir dar conta da maratona carnavalesca.

O sorriso alegre e o físico escultural dele atraem mulherada. O jovem, que está solteiro, reconhece o assédio, mas não se sente incomodado por isso. “É até bom, por que sou tímido fora do palco. Sou péssimo com essas coisas”, diz, entre risos. O pagodeiro revela que consegue paquerar no carnaval,entre um compromisso e outro “Sempre rola! Ano passado eu dei uns beijinhos, me diverti um pouco, mesmo na correria. Quem sabe esse ano não conheça ninguém interessante”, diz, escondendo o rosto com as mãos.

Nesta temporada a música de trabalho é “Deboche”. Como a maior parte das músicas do verão baiano, tem refrão pegajoso e coreografia. “Eu e minha equipe temos a preocupação de tocar músicas com as quais o povo se identifique e essa canção é assim”, resume. Ele conta que a conheceu através do grupo ‘Molejo. “Participei da gravação do DVD deles cantando essa canção e curti demais. Incluí no repertório e a aceitação do público foi muito positiva, então mantive”.

No repertório que Léo está ensaiando junto com a banda para o carnaval tem músicas de várias estrelas baianas, em especial de Xanddy, do Harmonia do Samba, que tem como referência. “Sempre me inspirei nele, como artista e como pessoa, e adoro o trabalho da banda”.

Sobre convidados, ele conta que não tem nada programado. “Geralmente é uma coisa bem espontânea, pelo menos comigo. Na hora a gente vê quem pode, quem aparece, quem está a fim… É uma época de agenda cheia para todo mundo, então fica complicado combinar”.

Leo Santana vestido de baiana no Campo Grande (Foto: Elias Dantas/Ag. Haack)
Leo Santana se vestiu de baiana no bloco Muquiranas em 2016 e promete mais uma fantasia este ano. (Foto: Elias Dantas/Ag. Haack)

Para Leo, cada momento do carnaval é muito especial, por características peculiares. “O show de camarote tem uma energia muito boa. A pipoca é maravilhosa. Adoro estar mais perto do público, fazendo o que considero como a essência do verdadeiro carnaval, que é o público poder curtir os artistas atrás do trio”. Entretanto, ele confessa que o momento mais aguardado é o desfile das Muquiranas.

Com 51 anos de existência, o bloco é famoso por atrair milhares de homens vestidos com fantasias femininas. “Para mim é uma honra puxar o bloco, que hoje é o mais cheio do carnaval baiano, inegavelmente. É uma energia realmente muito especial que aquela galera tem. Um monte de marmanjo vira criança e eu me divirto junto”. Como nos anos anteriores, Leo também vai se fantasiar. “Nosso tema esse ano é ‘Space Girls’ e podem esperar uma menina espacial bem sapeca em cima do trio”.

As expectativas para este carnaval são as melhores. “Fizemos ensaios semanais durante o mês de janeiro e foram melhores do que pensamos. Casa cheia, público animado. Quando a temporada de ensaios é boa, é sinal de que vamos fazer um bom carnaval e estou torcendo para isso”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo