Secretário anuncia projeto para mais 1,4 mil habitações no Piauí

O secretário nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Henrique Pires, representou o ministro das Cidades, Bruno Araújo, na entrega das chaves de unidades habitacionais dos Residenciais Caneleiros A e B em Teresina nesta quinta-feira (9).  Os residenciais possuem 1.296 apartamentos com 43 metros quadrados, dois quartos, sala, cozinha, banheiro. Cada um deles custa R$ 60.900 e o investimento total é de R$ 78 milhões, beneficiando mais de 5 mil pessoas.

“É uma felicidade do governo do presidente Temer continuar os investimentos no nosso Piauí porque no nosso estado todos devem dar as mãos para desenvolver a nossa terra. Esse programa está dando qualidade de vida ao povo brasileiro. Que possamos sempre unir os esforços entre governo federal, governo estadual e Prefeitura de Teresina para trazer cada vez mais investimentos que o povo precisa”, afirmou.

Segundo Henrique Pires, já há projeto de novos investimentos para o Piauí no setor e o Governo Federal deve construir quase 1,4 mil unidades habitacionais na região do Parque Lagoas do Norte, no intuito de contemplar as famílias impactadas pelos projetos de urbanização e revitalização. O projeto é alvo de articulação na Caixa Econômica Federal.

“Nós temos outro empreendimento que é do saneamento integrado e nós vamos construir quase 1,4 mil habitações ali no Parque Brasil, que é exatamente do Lagoas do Norte. Ele é referente as pessoas que estão sendo desapropriadas por conta de urbanização, da revitalização do Lagoas do Norte.  Então, são conjuntos habitacionais, edificações para poder atender essa população”, afirmou.

Mantendo um diálogo próximo com o presidente Michel Temer e o ministro Bruno Araújo, Henrique Pires garantiu que estará defendendo avanços e a liberação de mais recursos para o Piauí. “Não tenho dúvidas de que o Piauí crescerá”, assinalou.

A solenidade contou com a presença de outras autoridades como o prefeito de Teresina, Firmino Filho, o governador Wellington Dias, vice-governadora do Estado Margarete Coelho e o senador Ciro Nogueira.  O programa Minha Casa, Minha Vida se mantém no rol de principais ações do Governo Federal, modificando a vida de milhões de brasileiros a cada ano. Para se ter uma ideia do impacto, apenas na última segunda-feira (06), o ministro Bruno Araújo assinou decreto autorizando a contratação de 54 mil novas unidades. Em todo o país, a contratação total no período de 2015 a 2017 do Minha Casa, Minha Vida, chega a R$ 142,3 bilhões, sendo mais de 830 mil unidades concluídas.

Deixe sua opnião