Secretaria de Saúde coleta pneus em desuso em São Raimundo Nonato

Na guerra contra doenças como a dengue, zika e chikungunya, a Prefeitura de São Raimundo Nonato, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), tem recolhido pneus em desuso de 82 pontos estratégicos de controle de endemias como oficinas, borracharias, ferros-velhos e similares. Esta ação previne a criação de focos do mosquito Aedes aegypti e combate o descarte irregular no meio ambiente.

Para o secretário de Saúde, Jussival Júnior, o recolhimento destes inservíveis é a alternativa mais adequada para a cidade e integra as iniciativas da Prefeitura, na gestão da prefeita Carmelita Castro, para o combate ao descarte irregular de resíduos, evitando a proliferação de doenças. “Oferecer o destino correto para estes pneus é a melhor forma de contribuir com o bem-estar da comunidade, pois o pneu, dentre os vários recipientes que podem acumular água, é o que melhor apresenta temperatura, luminosidade e condições de acúmulo de água ideais para o mosquito Aedes aegypti se reproduzir”, destacou o secretário.

Esta semana, as equipes visitam estabelecimentos, inspecionando os depósitos e coletando os pneus descartados. O borracheiro Francisco aprovou a ação. “Muito bom esse serviço da Prefeitura. É rápido e eficiente. Além de tirar o acúmulo de pneus do nosso local de trabalho, ajuda na prevenção de doenças e também na manutenção da cidade limpa”, comentou.

SAIBA MAIS

Embora os pneus sejam enquadrados como inertes na classe de resíduos, ou seja, materiais não inflamáveis ou que não apresentam perigo aparente, o tempo mínimo que um pneu leva para se decompor na natureza corresponde a 600 anos. Devido a esse tempo, o descarte inadequado gera vários impactos para a saúde humana e meio ambiente.

Além do risco de proliferação do mosquito transmissor da dengue, o descarte irregular de pneus em vias públicas favorece o acúmulo de lixo, entupindo bueiros e impedindo o escoamento de águas pluviais.

Deixe sua opnião