Niéde Guidon será homenageada com título Honoris Causa da Univasf

    O Conselho Universitário (Conuni) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) aprovou a concessão de dois títulos Doutor “Honoris Causa”. Serão homenageados com o título de honra a arqueóloga e fundadora da Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham), Niède Guidon, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    O pedido da concessão do título a Niède Guidon foi apresentado pelos servidores técnico-administrativos em educação Jarbas Amarante, Patrícia Mariano e Célia de Souza. A arqueóloga brasileira, entre outros feitos, é a responsável pela criação do Parque Nacional da Serra da Capivara, que batiza o Campus da Univasf, localizado na cidade de São Raimundo Nonato (PI).

    A concessão do título de Doutor “Honoris Causa” na Univasf é regulamentada pela Resolução Nº 4/2016 do Conuni, que estabelece os critérios para a homenagem. De acordo com a Resolução, o título pode ser concedido “a personalidades nacionais ou estrangeiras, não pertencentes à Univasf, que tenham contribuído, de modo notável, para o progresso das ciências, letras, artes ou cultura e aos que tenham beneficiado de forma excepcional à humanidade, ao país, ou prestado relevantes serviços à Universidade”. A outorga do título Doutor “Honoris Causa” será certificada por diploma.

    O evento de entrega do título, exclusivo para convidados, acontece no dia 9 de março de 2018.

    Deixe sua opnião