Neymar diz estar 80% pronto e que sofreu muito para disputar a Copa

    O atacante Neymar afirmou que está 80% pronto após passar por uma cirurgia no quinto metatarso do pé direito há exatos três meses.

    Ele retornou aos gramados neste domingo (3), quando entrou no intervalo do segundo tempo e marcou um gol na vitória da seleção brasileira sobre a Croácia por 2 a 0, no estádio Anfield, em Liverpool, em partida amistosa. O gol do jogador do Paris Saint-Germain foi marcado aos 24 minutos da etapa complementar.

    O camisa 10 recebeu pela esquerda, cortou o zagueiro e bateu forte exatamente com o pé direito. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar.

    “Fiquei muito contente, muito feliz. Estou muito feliz de voltar a jogar futebol. Esperei muito tempo para isso, sofri. Foram três meses doloridos, mas fundamentais para estar aqui. Tenho que agradecer muito as pessoas que me acompanharam nesse período, no dia a dia, o Rafa [Rafael Martini, fisioterapeuta] e o doutor [Rodrigo Lasmar] 24 horas. Quando eu vi a bola entrando eu fiquei muito contente e feliz. Não sabia como comemorar. Só lembrava das pessoas que me ajudaram”, disse o atacante após a partida.

    Apesar de assegurar que está 80% pronto, o jogador evitou confirmar se começará jogando o amistoso contra a Áustria, marcado para o próximo domingo (10), em Viena. A partida é a última preparatória antes da estreia na Copa do Mundo contra Suíça, programada para o dia 17 em Rostov.
    O técnico Tite também não quis confirmar o atacante do Paris Saint-Germain desde o início do jogo no próximo amistoso. “Não vou precipitar nada, vou esperar”, disse o treinador.

    Com o gol marcado contra a Croácia, Neymar chegou ao seu 54 pela seleção brasileira.

    “São apenas números. São ídolos que estão na minha frente. Tenho total respeito por cada um. Zico, Ronaldo, Pelé. Eu fico feliz de estar ajudando a seleção brasileira com gols, mas são apenas números. Cada um tem a sua história”, completou.

    Neymar também foi elogiado pelo croata Modric, do Real Madrid. De acordo com o rival, o camisa 10 da seleção brasileira fez a diferença no amistoso.

    “O primeiro tempo podemos ficar satisfeitos, o segundo tempo um pouco menos, mas temos uma semana para preparar bem, temos coisas para arrumar”, disse o croata.

     

    Deixe sua opnião