“Não tenho desconforto no MDB”, diz deputado Marcelo Castro

O presidente estadual do MDB, deputado federal Marcelo Castro, descartou qualquer desconforto no seu partido por já ter declarado voto ao ex-presidente Lula, caso consiga se candidatar à presidência da República. A justificativa do parlamentar é em virtude dos rumores que o MDB pode lançar candidato ao Palácio do Planalto.

PUBLICIDADE

“É improbabilíssimo que eu saia do partido. O que existe de realidade é a ideia de que o Michel Temer possa ser candidato à presidência da República e eu já ter declarado, quando nunca imaginei que ele pudesse ser candidato, que votaria no Lula. As pessoas me identificam muito com essa ligação”, afirmou à  TV Cidade Verde.

Marcelo Castro lembrou foi ministro da presidente Dilma Rousseff e que votou contra o impeachment. “As pessoas julgam que eu tenho um certo desconforto no MDB, mas não. O partido tem líderes experientes que absorveram perfeitamente e hoje tenho um bom trânsito no partido. A política estadual fala mais alto que a nacional”, finalizou.

Ontem, o presidente nacional do MDB, senador Romero Jucá (RR), se reuniu com o presidente Temer e, após o encontro, disse que “é preciso ter um candidato” do partido ao Palácio do Planalto.

Hérlon Moraes

Deixe sua opnião