Miss Jéssica Carvalho conta detalhes de projeto no Piauí

    Ela ainda revela o porquê de ter abraçado esta causa e os planos para o futuro.

    A estudante de Medicina Jessica Carvalho, que representará o Piauí no CNB (Concurso Nacional de beleza) 2018, concedeu entrevista onde fala sobre apoio ao projeto vamos conversar de prevenção ao suicídio no Piauí.

    “Sempre me deparei com casos de suicídio ou tentativas. Na minha vida pessoal, tenho três amigas que são depressivas e uma delas já tentou suicídio e também um caso na minha família, um tio meu se suicidou”, ressaltou.

    Jessica relata que o projeto é voltado para chamar as pessoas para uma conversa aberta, sobre esse assunto que é tão delicado para muitos.

    “Na vida profissional, na rotina do hospital sempre me deparei com tentativas de suicídio e isso me tocava de alguma forma, porque eu queria ajudar essas pessoas, mesmo que eu não tivesse qualquer tipo de envolvimento emocional. Foi aí que conheci a psicóloga Renata Bandeira, vimos que tínhamos essa inquietação em comum e a gente começou a elaborar esse projeto juntamente com a nossa equipe do Delta Misses e foi aí que surgiu o “Vamos Conversar? ”, que é voltado justamente para chamar as pessoas para uma conversa aberta, franca, sobre um assunto que é tão delicado, mas, porém, ainda é um grande tabu” disse Jéssica.

    Ela ainda revela o porquê de ter abraçado esta causa e os planos para o futuro.

    Miss: Jéssica Carvalho 

    “ O projeto surgiu também por causa do concurso do Miss Mundo Brasil, que em uma das provas que é chamada de “beleza pelo bem”. Essa prova exige que a participante elabore um projeto social para o concurso, eu já tinha outro projeto social a “oficina de redação” e isso já era bem antes mesmo de eu concorrer ao Miss Mundo, seria mais cômodo eu pegar esse projeto, então a gente pensou, vamos colocar alguma coisa que realmente possa mudar a vida das pessoas, e aí foi que surgiu esse projeto, o “Vamos conversar? ” É isso, queremos falar sobre o assunto passar informações, desmitificar acerca do suicídio e sempre pensamos que não queríamos lotar salas de pessoas, porque seria mais cômodo ir para uma escola e fazer uma palestra para vários alunos e ali pegar uma foto, nossa lotou uma sala, mas esse não é o nosso objetivo, o intuito é de chamar as pessoas, e aos pouquinhos, a estamos vendo que o projeto está crescendo”, disse a Miss.

    “ Se a gente fizer a diferença na vida de uma pessoa, para nós já é gratificante”.

    O concurso de beleza que elege a representante do Brasil, acontece em agosto em Angra do Reis, no Rio de Janeiro.

    Deixe sua opnião