Maioria da bancada do Piauí na Câmara vota a favor de Michel Temer

A maioria da bancada piauiense votou para barrar a denúncia contra o presidente Michel Temer durante votação na Câmara na noite desta quarta-feira (2 de agosto). Dos 10 deputados, seis disseram “SIM” e com isso não deram aval para o prosseguimento das denúncias do procurador da República, Rodrigo Janot. Três parlamentares do Estado votaram para que fosse aceita a admissibilidade da queixa de corrupção passiva contra Temer.

Durante votação, o deputado Heráclito Fortes (PSB) afirmou que o “Brasil precisa de paz” e que o pais está pagando um alto preço e que queria um “Brasil livre” por isso votava “SIM”.

Iracema Portela (PP) justificou seu voto da seguinte forma: “por falta de consistência (na denúncia)  voto SIM”.

Júlio César, presidente do PSD, disse que votava “SIM” por recomendação do partido e por melhores indicadores econômicos.

Já Mainha argumentou seu voto afirmando que “ser parlamentar não é ser manipulável” e que a denúncia contra o presidente é “sem prova irrefutável” por isso votava “SIM”.

O deputado Silas Freire que votou “Não” disse que é preciso passar a limpo o Brasil e que era necessário transparência no País.

O parlamentar Marcelo Castro se ausentou da votação.

Paes Landim lembrou que votou para impedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff por não encontrar fundamento e que não viu consistência na denúncia contra Temer por isso votava “SIM”.

O deputado Rodrigo disse que quer um “Brasil passado a limpo” e portanto votava “Não”.

Como voto os deputados do Piauí

Não

Assis Carvalho
Silas Freire
Rodrigo Martins

SIM

Átila Lira
Heráclito Fortes
Iracela Portela
Júlio César
Mainha
Paes Landim

Ausente

Marcelo Castro.

 

Flash Yala Sena

Deixe sua opnião